Energia Eólica

A energia eólica é a energia obtida pelo movimento do ar (vento). Trata-se de uma energia inesgotável, renovável e limpa. A sua geração não emite dióxido de carbono (CO2), um dos gases formadores do efeito estufa (GEE) e responsável pelo aquecimento global. Ainda do ponto de vista ambiental, preserva a fauna e a flora características da área não gera impacto nas produtivas onde as usinas eólicas são instaladas. A sua transformação em energia elétrica ocorre por meio de turbinas eólicas, também denominadas de aerogeradores (cataventos).

Desde o final do século XX, as nações mais desenvolvidas do mundo passaram a se preocupar com a necessidade de diversificar suas matrizes energéticas. A apreensão estava relacionada ao risco de esgotamento dos recursos energéticos e à vulnerabilidade de frequentes cortes de energia elétrica em grande escala (apagões). O aumento da atenção com o meio ambiente também direcionou muitas pesquisas e investimentos para fontes de energia menos poluentes.

Isso talvez explique porque a energia eólica é a fonte alternativa de energia que mais cresce no mundo. Além de ser uma energia limpa, complementa as demais fontes energéticas e permite economizar outros recursos nesse sentido, como a água, por exemplo. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), cada 100 megawatts médios produzidos por parques eólicos no Brasil economizam 40 metros cúbicos por segundo (m3/s) de água na cascata do rio São Francisco. No caso do sistema de abastecimento de energia elétrica do Estado do Rio Grande do Sul, a energia eólica tem ainda maior complementaridade e importância estratégica, pois a época dos ventos coincide com o período de seca no estado.